A Câmara Municipal vai contribuir com 1500 euros para apoiar a institucionalização do poder local democrático em Timor-Leste. O pedido de apoio foi formulado pela Associação Nacional de Municípios Portugueses, na sequência da sua deliberação tomada em congresso.

Essa vontade do poder local português em cooperar com Timor Leste faz parte do acordo de cooperação conjunto, celebrado entre a ANMP, o Fórum das Autoridades da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (Fórum CPLP) e o governo de Timor-Leste, de onde resultou um plano de acção, que contempla o apoio à instalação, monitorização e operacionalização dos órgãos do poder local democrático, através de formação de funcionários e dirigentes locais daquele país bem como apoio à instalação das quatro primeiras autarquias em Timor Leste (Dili, Baucau, Bobonaro e Oecusse).

Refira-se que os custos estimados, numa primeira fase por município, rondam os 50 mil euros, o que significa um total de 200 mil euros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.