O Comendador Adolfo Roque foi distinguido, a título póstumo, na gala do FC Porto com o título “Recordação do Ano”, entregue a Maria Luísa Roque.

A noite dos ‘óscares’ do FC Porto distinguiu o realizador Manoel de Oliveira com o “Dragão de Ouro”, além dos futebolistas Fucile e Lizandro Lopes e do treinador de hóquei em patins, Franklim Pais, neste caso como “Treinador do Ano”.

Adolfo Roque já antes tinha sido distinguido com o “Dragão de Ouro”, o mais alto galardão atribuído pelo Futebol Clube do Porto. Quando faleceu, em Setembro passado, desempenhava o cargo de presidente do conselho fiscal do clube e da SAD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.