A partir do dia 6 de Março deixarão de ser feitas urgências cirúrgicas aos fins-de-semana e feriados no Hospital de Águeda, o que quer dizer que os utentes passarão a ser encaminhados para outros hospitais, caso não possam esperar pela intervenção.

A medida traduzir-se-á numa redução de custos, uma vez que aos fins-de-semana e feriados passará a estar de serviço apenas dois médicos e é dispensada a equipa de anestesia de prevenção.

A decisão da administração já foi comunicada aos médicos, que não ficaram indiferentes à medida. “A medicina não pode ser só números”, disse ao RA um profissional do Hospital.

(informação completa na edição impressa)  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.