A Associação Empresarial de Águeda (AEA) apelou, em carta dirigida ao primeiro-ministro José Sócrates, a uma “imediata redução do Imposto sobre os Produtos Petrolíferos e Energéticos (ISP) porque as empresas não suportam mais aumentos”.

Na missiva, a AEA apresenta como “razões” para o seu apelo o facto do custo de transporte estar “a aumentar de forma desmesurada em Portugal, em consequência da recente escalada de preços no país”, situação que “será agravada com a introdução de portagens nas SCUTs”.

(informação completa na edição impressa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.