Com duas jornadas para se concluir a primeira fase no Campeonato SABSEG, é tempo de saber como se fazem as contas da subida ao campeonato nacional e as despromoções à 1.ª divisão distrital. Neste caso, com pelo menos sete equipas a descerem para que o Campeonato SABSEG regresse às 18 equipas em vez das atuais 24 – que a situação pandémica ocasionou.

Os quatro primeiros classificados de cada série (Norte e Sul) do Campeonato SABSEG iniciam a segunda fase com metade dos pontos conquistados num “playoff” que determinará a subida ao nacional e o consequente título de campeão distrital. Esta fase será disputada numa única série, pelas oito equipas e a duas voltas.

Além do Beira Mar (54 pontos), RD Águeda (42) e Oliveira do Bairro (41) já apurados a Sul (Estarreja e Avanca, com 34 e 29 pontos, discutem ainda o quarto lugar), União de Lamas e Paivense são os únicos clubes confirmados a Norte, somando atualmente 40 e 39 pontos.

As duas jornadas finais desta primeira fase vão decidir as duas vagas restantes: Ovarense (34), Florgrade (33) e Cesarense e Paços de Brandão (32).

Como para a fase seguinte contam metade dos pontos conquistados nesta fase, o jogo de domingo entre o RD Águeda e o Beira Mar pode influenciar no objetivo da subida. De momento, os aveirenses partiriam para a fase da subida com seis pontos de vantagem sobre os aguedenses (27 contra 21), competindo a estes reduzir a desvantagem que têm para o adversário.

SÉRIES PARA EVITAR DESPROMOÇÃO

Os clubes não apurados para o “playoff” (classificados do quinto lugar para baixo) discutem a permanência com os mesmos adversários que encontraram na primeira fase. Por isso, iniciam a fase seguinte com a totalidade dos pontos conquistados na fase atual.

Com a situação originada pela pandemia, o Campeonato SABSEG passou de uma única série (de norte a sul do distrito) para duas séries, e de 18 para 24 equipas. Para a próxima época, a prova iniciar-se-á com o mesmo número de clubes que a disputavam antes da interrupção verificada pela covid-19. Para isso acontecer vão descer diretamente à 1.ª divisão distrital os três últimos de casa série (Norte e Sul) e o pior quarto classificado (atualmente, o do Sul – ocupado pelo Fermentelos). Ao todo, serão sete as equipas que vão descer diretamente à divisão inferior.

Há que ter em atenção, porém, que por cada formação do distrito de Aveiro que vier a ser despromovida do Campeonato de Portugal – e tal é possível que aconteça– será despromovida mais uma equipa deste Campeonato SABSEG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.