As “honras da casa” na final nacional dos torneios abertos, que se realizou em Águeda, foram protagonizadas pela ARCOR, clube aguedense da freguesia ribeirinha de Ois da Ribeira, que conseguiu alcançar o 4º lugar colectivo na final nacional (o 5º no conjunto das cinco provas realizadas, entre a fase zonal e a final nacional) e ‘produzir’ seis campeões nacionais: os irmãos gémeos Hugo e Emanuel Macedo (de 15 anos, residentes no Candam), Andreia Fernandes (15 anos, de Travassô), Inês Espinhal (15 anos, da Piedade), Amílcar Pina (14 anos, de Alvarim), Luís Silva (15 anos, de Paradela) e Carlos Adriano (14 anos, da Catraia de Assequins).

Em Águeda, o muito público que foi até às margens do Rio, estiveram a competir 535 jovens canoístas que se encontram na fase inicial de prática da modalidade, em representação de 48 clubes.

O Troféu Centenário do GICA foi para o Gemeses, que também ganhou a classificação final dos torneios abertos, à frente de Ponte de Lima, Crestuma, Arade e ARCOR.

Quanto ao GICA, foi 32º classificado e esteve representado apenas pelos gémeos José e António Gonçalves, em K1 e K2 iniciados.

(informação completa na edição impressa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.