A Universidade Sénior de Águeda procedeu à abertura oficial do ano lectivo com uma sessão solene que encheu o salão nobre da Câmara Municipal de alunos e professores.

O corpo docente da universidade, criado pela Academia de Cultura e Solidariedade de Águeda, é constituído exclusivamente por voluntários.

Teresa Albuquerque, aluna da Academia de Saberes de Aveiro, deu o seu testemunho, defendendo a ideia que este tipo de estruturas deviam ser consideradas instituições de utilidade pública.

O arranque da actividade lectiva da Universidade Sénior, que funciona na Escola Secundária Marques de Castilho, aconteceu esta segunda-feira, dia 11 de Outubro.

(informação completa, com apresentação de testemunhos, na edição impressa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.