O número de espectadores de cinema em Águeda diminuiu 17,5 por cento em 2008 comparativamente com o ano anterior. Carlos Branco, administrador do Cine-Teatro São Pedro, admite uma enorme quebra, justificando-a com a transmissão diária de jogos de futebol, a tecnologia, a pirataria e a diminuição do poder de compra.

Em entrevista à edição impressa do Região de Águeda, Carlos Branco sublinha as melhorias que a sala de espectáculos, uma das três maiores do país, tem sofrido, visando assegurar a qualidade e o conforto. Salienta ainda que os preços dos bilhetes não são aumentados desde 2007.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.