Os fabricantes de bicicletas e componentes querem que o Governo reveja o IVA aplicável por se tratar de um meio de transporte “totalmente ecológico” e advertem que estão no mercado bicicletas sem qualidade e segurança.

Paulo Rodrigues, secretário-geral da Associação Nacional das Indústrias de Duas Rodas, Ferragens, Mobiliário e Afins(ABIMOTA), denuncia que estão a entrar no país “produtos de má qualidade, que põem em causa a segurança dos consumidores”. “Não é realista que produtos que custam menos de um par de sapatos tenham qualidade e devia haver legislação mais apertada”, refere.

Segundo o secretário-geral da ABIMOTA, já existem normas europeias, sem carácter vinculativo, e os industriais portugueses estão a aplicá-las para poderem exportar para países como a França, onde são obrigatórias.

(informação completa na edição impressa)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.