Renato Gaio, o novo presidente da direcção da Associação para o Tratamento de Resíduos Industriais de Águeda (ATRIAG), condena, em entrevista ao RA, o não cumprimento, por parte de empresas, das obrigações ambientais, designadamente no tocante à “festão adequada dos efluentes”.

“Cuidar do ambiente é uma tarefa essencial nos dias de hoje”, refere o empresário, para quem “a gestão ambiental é acima de tudo uma questão de responsabilidade social”.

Para o novo presidente, a ATRIAG “tem como objectivo base ser um parceiro activo junto da indústria e da sociedade em geraL, na resolução dos problemas ambientais”. Sobre a ECTRI – estação colectiva de tratamento de resíduos industriais – considera que o futuro “passará pela modernização de algum equipamento industrial com o objectivo de adequar a oferta à procura, e assim ampliar a gama de serviços disponibilizados”.

(entrevista na edição impressa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.