O presidente da Câmara Municipal de Águeda, Gil Nadais (PS), desafiou o social-democrata Hilário Santos a provar acusações de compadrio na gestão municipal, na sequência de mais uma discussão tensa entre os dois na última sessão da Assembleia Municipal.

O deputado do PSD trouxe de novo à liça o documento anónimo que circulou sobre Gil Nadais e a sua gestão. Hilário Santos afirmou que o presidente da Câmara se limitou a enviar documentos e a fornecer-lhe 4 mil páginas e que não respondeu às perguntas que lhe foram colocadas, nomeadamente se havia ligação entre uma empresa fornecedora da Câmara e o presidente da Junta da Borralha.

“O senhor fez algumas afirmações graves, vai ter de provar isso dos compadrios”, disse Gil Nadais para Hilário Santos. “Nunca falei em compadrios”, respondeu o social-democrata.

(informação completa na edição impressa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.