O PSD votou contra o documento e apenas três elementos da maioria socialista participaram na reunião de executivo, o que “obrigou” Gil Nadais a exercer o voto de qualidade para aprovar o Orçamento e Plano de Actividade da Câmara Municipal de Águeda para o quarto e último ano do actual mandato autárquico.

O orçamento ascende a quase 50 milhões de euros, sendo que o açude no Rio Águeda é o principal investimento para 2009 (1,6 milhões de euros).

O município conta investir 8,8 milhões de euros na educação e quase milhão e meio de euros na rede viária municipal.

(informação completa na edição impressa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.