Com um corte de 24,5% a nível nacional face ao ano anterior, o Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central (PIDDAC) para 2010 estabelece uma dotação orçamental de um milhão, 726 mil e 393 euros para o município de Águeda.

Desta verba, 1.396.595 euros provém de receitas gerais, 171.465 euros de auto-financiamento e 158.333 euros do FEDER, terceiro Quadro Comunitário de Apoio e Programa Operacional.

A dotação orçamental visa os seguintes investimentos:

Águeda – Novo complexo escolar na EB 2,3 Fernando Caldeira (um milhão de euros), projecto cultural da Câmara Municipal de Águeda (271.595 euros), abertura do leito de cheia do Rio Águeda com projecto a candidatar ao QREN (200 mil euros), novo mapa judiciário (171.465 euros) e requalificação e serviço de ambulatório do hospital (83.333 euros).

Relativamente aos municípios vizinhos, estão inscritos em PIDDAC os seguintes investimentos:

Albergaria-a-Velha – Novo mapa judiciário (120 mil euros).

Anadia – Serviços culturais (27 mil euros), Centro de Alto Rendimento de Sangalhos (1.902.000) e novo mapa judiciário (39.500).

Aveiro – Serviços culturais (12.047 euros), ligação ferroviária ao porto marítimo (200 mil euros), mapa judiciário (922.500), abertura total da área expositiva do Museu de Aveiro (601.728), centro de saúde de Esgueira (30 mil), centro de saúde de Cacia (20 mil) e USF Costa Nova (20 mil).

Oliveira do Bairro – Serviços culturais (7.500 euros), requalificação da EB 2,3 Dr. Acácio de Azevedo (100 mil) e da EB 2,3 Lourenço Peixinho (30 mil), construção do tribunal (1.435.676), mapa judiciário (22.600) e centro de saúde de Oliveira do Bairro (30 mil).

Sever do Vouga – Serviços culturais (37.156 euros) e mapa judiciário (3 mil).

(informação completa na edição impressa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.