“É lógico que todos sonhamos… mas com os pés assentes na terra não esperava!”. Rafael Assunção comenta assim, em entrevista ao RA, o seu título de campeão nacional de rampa em BTT, no escalão de juniores masculinos, alcançado em Manteigas. Três quilómetros sempre a subir, com inclinações superiores a 17 por cento, em trilhos de terra batida.

No seu primeiro ano como federado, o betetista do Carqueijo (Barrô) foi surpresa para a esmagadora maioria. “Quando conseguimos obter resultados interessantes entusiasmamo-nos e queremos mais”, disse ao RA para justificar ter passado de uma “equipa de amigos” para o BTT “mais a sério”, federando-se pelo Clube BTT de Águeda. Ruben Almeida, também ele campeão nacional de sub-23, é relevado pelo apoio que lhe tem prestado.

Com 18 anos de idade e caloiro no ISEC – Instituto Superior de Engenharia de Coimbra – Ruben Assunção não se imagina sem praticar este desporto. “Temos de abdicar de muita coisa para que se consigam resultados a este nível”, “a prática desportiva possibilita-me conhecer pessoas e interagir com pessoas de diversas regiões”; e o BTT “é um desporto que tem um carácter físico muito exigente e mete bastante adrenalina” são algumas das muitas ideias apresentada pelo betetista na edição desta semana (6 de Outubro) do RA.

(entrevista completa na edição impressa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.