A recriação de um aquário é o tema de uma pintura de arte urbana, alusiva à campanha “O mar começa aqui”, inaugurada na passagem inferior da ponte da EN1, em Águeda.

A pintura de Tiago Hacke procura transmitir a sensação de caminhar dentro de água, estando representados no mural algumas das espécies nativas de água doce existentes no Rio Águeda, como o trintão, ruivacos, bogas, lúcios, barbos, lampreia, lontra e o guarda-rios.

A obra procura sensibilizar a comunidade para a preservação do meio ambiente e a sua inauguração pretendeu assinalar o Dia Mundial do Saneamento, numa parceria do Município de Águeda com a Águas do Centro Litoral (AdCL). Integra agora o roteiro de arte urbana da cidade, tendo sido cofinanciada pelo projeto C-Change do programa URBACT.

Um grupo de alunos da Escola Básica Fernando Caldeira terminou a obra em parceria com o artista e, em seguida, pintou uma das sarjetas da cidade. Sob o mote “O mar começa aqui – O mar começa em ti”, esta pintura pretende sensibilizar e consciencializar a comunidade para a problemática dos resíduos sólidos indevidamente rejeitados na via pública e saneamento, entre eles, beatas, plásticos, pastilhas, palhinhas.

Esta campanha, fruto de uma parceria com a ABAE – Associação da Bandeira Azul da Europa, realça a importância das sarjetas e/ou sumidouros, estabelecendo a ligação entre a terra e o mar.

No âmbito desta ação, foi assinado, no salão nobre da autarquia, a renovação do protocolo de colaboração ambiental entre a AdCL e a ABAE, que visa a adoção das boas práticas em prol da gestão eficiente do ciclo urbano da água e com base no qual esta campanha vai ser replicada pelo país.

Obra de arte urbana na passsagem inferior da ponte da EN 1
Obra de arte urbana na passsagem inferior da ponte da EN 1 em Águeda

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *