A direcção regional de Aveiro do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local (STAL) “condena” a deliberação do executivo municipal de Águeda que, em reunião, deliberou a devolução, por parte dos funcionários, das verbas que receberam aquando do processamento dos salários de Novembro de 2009, pagas no âmbito do reposicionamento feito com base na opção gestionária. 

O STAL, no comunicado enviado à comunicação social, lembra que os “vencimentos estavam há alguns anos congelados” e que “não houve qualquer progressão, devido às medidas restritivas tomadas pelo Governo PS, nomeadamente desde Agosto de 2005”.

O STAL critica o entendimento da IGAL – Inspecção Geral da Administração Local – sobre esta matéria, considerando-o “abusivo” e “uma colagem ao perfilhado pelo Secretário de Estado da Administração Local, por despacho de 15/6/2010, assumindo uma posição que não vem minimamente fundamentada”.

(informação completa na edição impressa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.