O primeiro encontro de teatro surdo de Águeda, organizado pela Associação Cultural dos Surdos de Águeda, teve como objectivo desenvolver o projecto “Gestos e Silêncios – falam da vida”. Contou com a presença dos grupos de teatro da associação local e ainda da Associação de Surdos de Matosinhos.

O pequeno auditório encheu e o público não arredou pé antes da uma da manhã. Cada grupo apresentou três peças e muitas foram as mensagens que os artistas fizeram passar. Todas elas partiram da experiência dos protagonistas e conduziram a uma reflexão dos fortes constrangimentos que as pessoas surdas sentem na sua integração social.

Foram apresentados temas sobre a integração do surdo nos lares, dificuldades de comunicação entre surdos e ouvintes e vice-versa, os avós e os netos, ser surdo – como ajudar as famílias; surdo rural e surdo citadino.

Todos os temas foram apresentados em língua gestual e foram traduzidos pela intérprete Susana Cortes, dada a existência de vários ouvintes a assistir ao espectáculo.

(informação completa na edição impressa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.