Um milhão e 112 mil euros é o montante que a Câmara Municipal de Águeda prevê gastar com os transportes escolares no próximo ano lectivo. O executivo, composto por quatro membros eleitos pelo PS e por três do PSD, analisou e votou por unanimidade o plano de transportes escolares para 2010/2011.

Trata-se de “uma previsão de acordo com a inscrição dos estudantes remetida à autarquia pelas escolas”, como foi sublinhado pela vereadora da educação Elsa Corga na última reunião do executivo.

A autarca, baseada na “prática” dos últimos anos, conta que aquele valor seja menor no final do ano lectivo. “Na prática baixa sempre, pois há alunos que se inscrevem e depois não utilizam”, afirmou Elsa Corga, adiantando que o valor gasto pela Câmara de Águeda no ano lectivo cessante ascendeu aos 900 mil euros (180 mil contos).

Os transportes escolares são assegurados pelos municípios. Em Águeda, são assegurados pelas empresas TRANSDEV e BusVouga, por associações e juntas de freguesia com quem a Câmara tem protocolos, e por táxis. Neste caso, trata-se de “circuitos especiais para alunos portadores de deficiência que não têm outra forma de se deslocarem para a escola”.

(informação completa sobre a reunião de Câmara na edição impressa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.